Resenha: A Torre Negra III – Terras devastadas

A Torre Negra III

Longos dias e belas noites! Finalmente chegou a hora de continuar a saga de resenhas da A Torre Negra, agora com o livro de volume 3, A Torre Negra III: Terras Devastadas.

Antes de mais nada, se você ainda não leu as duas resenhas anteriores a esta, pare agora e confira:

A Torre Negra I: O Pistoleiro

A Torre Negra II: A Escolha dos Três

A Torre Negra III – Terras Devastadas

  • Ano da edição: 2012
  • Altura: 23.00 cm
  • Largura: 16.00 cm
  • Número de Páginas: 528
  • Publicação: Suma de Letras

Não me faças perguntas tolas
Eu sou apenas um trem chuchu
Eu não faço brincadeiras bobas
Nunca vou ser como tú

Quero apenas por ai correr
E ser um feliz trem chuchu
Até o dia em que eu morrer
Sob o brilhante céu azul

Roland havia enfim formado seu Ka-tet (uma espécie de grupo muito próximo, irmandade), no entanto ainda sofria com as lembranças constantes sobre o que acontecera com o menino Jake. Susannah, salva pelo amor de Eddie, estava junto de seu amado ao lado de Roland, agora como seu mentor. Longe dali, no mundo de Nova Iorque, Jake segue sua rotina normalmente, não fosse pelas memórias que o perturbam, sobre um certo Pistoleiro do mundo médio e sua perseguição ao Homem de Preto e também sobre sua morte ao cair na ponte.

A Torre Negra III

Tudo estava muito confuso para Jake, pois suas memórias pareciam muito reais, no entanto ele ainda permanecia vivo em seu mundo e morando com seus pais. Logo ele começa a comprovar a veracidade das suas memórias ao se deparar com um certo livro, onde sua história narrava as aventuras de um trem do mundo médio, que fora ultrapassado pela tecnologia.

A Torre Negra III

As Terras Devastadas carrega o subtítulo de REDENÇÃO, aqui vemos um Roland mais preocupado com seus amigos, em especial por Jake. Podemos notar isso na passagem pela cidade de Lud, o escritor constrói uma perseguição frenética, protagonizada por Roland e Gasher. Durante essa cena, não há realmente o que esperar sobre o que virá a seguir, não há fôlego para ler!

A Torre Negra III

Este livro inicia com um ritmo lento, no entanto ele consegue prender a atenção pois apresenta o desfecho de personagens do primeiro e segundo livro que até então estávamos sem resposta. O meio para o final do livro compensa todo o ritmo lento do começo com um frenesi total. Um dos melhores livros da saga, sem dúvidas. Ele interliga muitos assuntos do Mundo Médio com o nosso mundo conhecido, principalmente sobre o livro que Jake lê e os acontecimentos em Lud. Prepare-se para a ação!

Gostou da resenha? Nos dê seu feedback, ajude-nos a melhorar cada vez mais!

E que seus dias sejam longos sobre a terra.

Lucas Santana

Designer Gráfico, aspirante a resenhista. Gosto de jogar vídeo game, ler livros de ficção, medieval e mangás, além de assistir muitos filmes e séries.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas postagens

Digite o que deseja e aperte enter para pesquisar.